Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

Pr. Valdemir Sarmento de Almeida

Este sempre foi desejo de todo líder espiritual! Ver a sua Igreja crescer. Há uma necessidade em crescimento que tem levado muitos líderes a perder o sono. A sociedade evangélica cobra de suas próprias comunidades o crescimento como se realmente o número fosse resultado da Presença do Senhor.

O crescimento tem sido o objetivo de muita gente, talvez até mesmo o seu (por isso chegou até aqui), mas não se condene por isso! Somos apenas fruto do meio em que fomos formados.

É passado a idéia de que gente chama gente! Alguns líderes tem o desejo do crescimento por achar que dessa maneira estarão esvaziando o inferno, outros acham que o número torna as reuniões mais “avivadas”, há quem goste do saldo financeiro dos dízimos e ofertas recolhidos, por acharem que quanto mais dinheiro, mais condições terão de crescimento. Enfim, motivos não faltam.

Tem me incomodado a idéia de que isso tem tirado o sono de muita gente por se tornar o alvo número 1.

Temos que parar com isto agora!!!

Yeshua nunca esteve focado no crescimento, pelo contrário, Ele tinha compromisso com a verdade.

Ele chegou em um momento em seu ministério que qualquer pastor diria que era o fim, quando após a sua mensagem, todos os que o ouviam viraram as costas para por causa da dureza de seu discurso, ficando apenas Ele e seus discípulos. Talvez se fosse um de nós, voltaria atrás deles e tentasse amenizar seu discurso com o fim de tentar “edificar” a multidão, mas Yeshua, em momento algum voltou atrás. Pelo contrário, chegou para os seus discípulos e disse que se quissessem, poderiam voltar junto com a multidão. Mas seus discípulos não quiseram por discernirem que embora o Seu discurso fosse duro, somente Ele tinha as Palavras de Vida Eterna.

Acredito que se Yeshua fosse pastor de uma Igreja no Brasil, provavelmente o encontraríamos pastoreando uma pequena comunidade, que não seria evangélica. Porque Yeshua não se adequaria à realidade evangélica atual. Alías, Ele era judeu e rabino. Mas também não se adequaria ao judaísmo atual. Hoje, muitos daqueles que se dizem judeus crentes em Yeshua tem mais preocupação em restaurar o judaísmo do que as pessoas.

Para onde iremos nós?

Esta foi a pergunta dos discípulos!

A multidão não efetuou esta pergunta por ter em mente para onde voltar. Mas os discípulos estavam experimentando a Palavra Viva, a própria Torah. Ele era a exata expressão do Pai! Para onde ir?

Talvez não nos atráia muito o discurso da Verdade, porque ela exige transformação de fé! Mas no fundo, sabemos que é a Verdade.

O Crescimento nunca foi e nem pode ser objetivo de ninguém! Eu não fiz filhos para que cresçam, mas os fiz para que manifestem a Vida de D’us. O crescimento é real!  A cada dia os vejo crescendo e acredito que em breve me ultrapassarão, mas não os trouxe à existencia com a preocupação de sua estatura, porque sei que o seu crescimento acontecerá!

Se eles não crescessem, era porque havia algo de errado. Assim é com a comunidade dos santos. A cada dia o Senhor Acrescentará! Se isto não acontece! É porque há doença!

E é neste momento que temos que tirar o foco do crescimento para curar a doença, pois se a doença não for tratada, não há possibilidade de crescimento, por mais que tentemos.

Poderemos até levar a crescimento por determinado tempo, mas não um crescimento substâncial.

Então, o melhor caminho para fazer a minha Igreja crescer é impedir as técnicas pessoais e deixando que o Espírito do Senhor faça a Sua função!

Quando não atrapalharmos mais o Espírito de D’us, teremos o maior crescimento da História da Humanidade como comunidade.

About these ads